chega..
POSTED ON segunda-feira, 2 de dezembro de 2013 AT 00:04 \\
Após um longo dia, chego a casa e nem acendo a luz. Deito-me no chão e olho para o tecto. Vejo tudo escuro, como quando olho para ti. Estás vazio, a tua alma foi sugada por um demónio do amor, já não sei quem és, nem muito menos o que queres. Não vou deixar que fiques com a minha alma, por muito que te ame. Já não faço pactos com a negatividade, aprendi a acreditar em mim, e a gostar de mim. Já não me odeio por não gostares de mim, afinal a culpa nunca foi minha. Não me vou culpar mais por coisas que nunca aconteceram, nem vão acontecer. Vou deixar que o destino cuide de mim. Mas... vais ser sempre o meu grande amor!

Querido Dezembro
POSTED ON domingo, 1 de dezembro de 2013 AT 17:08 \\
Queria muito contar-te coisas boas, mas infelizmente não será possível. Isto porque, não aproveitei as  oportunidades que me foram dadas ao longo do ano, deixei-as fugir. Talvez por medo, talvez por estupidez, ou simplesmente porque achava que não ia precisar delas. Enganei-me redondamente. A um mês de acabar o ano, peço que tenhas mais paciência comigo Dezembro. Ajuda-me a ver melhor o que tenho na vida, e ajuda-me a compreender melhor o meu eu.

monthly archives