As cores da felicidade..
POSTED ON domingo, 27 de novembro de 2011 AT 18:09 \\

Apaixonada por um desconhecido..
POSTED ON domingo, 20 de novembro de 2011 AT 22:11 \\

És o meu remédio para conseguir esquecer um antigo amor. És a anestesia perfeita pra deixar de sentir tanta dor. O pedaço que falta para colar o meu coração és tu. Não nos conhecemos, mas o mais certo é virmos a esbarrar na rua. E quando isso acontecer, quero recordar-te como o homem que és agora, por favor não me desiludas.

Continuo perdida
POSTED ON sábado, 19 de novembro de 2011 AT 16:20 \\

Já não me consigo encontrar, continuo a cometer os mesmos erros. Continuo a ter as mesmas ilusões, falsas esperanças. A minha mentes está desarrumada com tanta confusão. Já não dá pra pôr tudo em ordem, se isso acontecer o desabamente de sentimentos será invevitável.

Apagou-se a luz
POSTED ON sábado, 5 de novembro de 2011 AT 22:17 \\

A luz apagou-se da minha alma, num abrir e fechar de olhos. Já estou um pouco farta de andar ás escuras, de bater em todas as paredes e não conseguir avançar em direcção ao caminho certo. Estou sem forças, corri quilómetros sem provar os teus lábios, ou sentir o teu toque junto a mim. Não é justo ter andando tanto e não conseguir a vitoria, e deixar que uma desconhecida tenha ocupado o pódio no teu coração. Mas nem sempre podemos contrariar o destino, é estranho como os nossos caminhos podem ou não estar cruzados. Eu confesso, tinha planos para nós dois, mas vou queima-los juntamente com as tuas recordações. A vida é demasiado pequena para insistir no impossível, embora me digam sempre que não existe o impossível.Discordo, pois o impossível existe, caso contraio a vida seria demasiado óbvia e fácil, acabando por ser monótona. Agora apenas me resta deitar fora da minha memoria todas as tuas recordações, todas as palavras que me disseste, todas as marcas que ficaram presas a mim. Posso estar a ser egoísta, podes dizer isso, mas já estou cansada de sofrer e não viver a minha vida. Preciso de tirar umas férias de ti, de tirar algum tempo para mim, tempo livre ou até mesmo todo o tempo de mundo. sê feliz com a pessoa que escolheste, caso tenha sido uma escolha certa ou errada, isso te cabe a ti saber, mas por favor não me fales do quanto são felizes ou infelizes, não quero saber disso, não sou jornalista para contar tudo ás revistas cor-de-rosa. Apenas quero ser forte e descolar-me de ti. Apenas isso, parece fácil, mas o caminho é longo, posso perder-me mas espero que seja apenas por não saber o caminho e não por momentos de fraqueza.

desabafo
POSTED ON terça-feira, 1 de novembro de 2011 AT 22:40 \\

As borboletas que habitavam no meu estômago estão mortas. Algo sucedeu, algo mudou, algo deixou de ser como o dantes. Bastou um segundo e o destino mudou sem avisar ninguém, deixando a dor no meu coração. Apesar de não ter acontecido nada, custa na mesma passar por isto vendo as pessoas felizes como se nada fosse. Parece um filme, mas um filme real, onde eu sou a personagem que perdeu, que ficou sem nada. Os dias passam e os sentimentos estão em stand-by, porque não sei o que sentir nem sei se quero sentir. Apesar de tudo não quero lembrar-me que sai derrotada, quero sair desta situação de cabeça levantada, como uma guerreira que a pensar de ter perdido um grande amor, encarou a derrota com força de seguir em frente, embora esse caminho seja bastante longo pra percorrer. Não há mais voltas a dar, podemos mudar o destino, sim acredito, mas isso só ia deixar em nós arrependimento, pelo menos no meu caso. Não quero ver ninguém a sofrer só porque eu fiz mal as coisas, prefiro carregar em mim todas as consequências. Só me resta uma coisa agora, deixar de pensar no sucedido e encarar a realidade. Realidade essa que não quis juntar os nossos caminhos, por várias razões, até agora desconhecidas ou ocultas. É disto que a vida é feita, de vitórias e derrotas. Derrotas servem para nos ajudarem a crescer, e as vitórias para alimentar o nosso ego. Claro que nem sempre é como desejamos. Felizmente ou infelizmente.

monthly archives