sem titulo
POSTED ON sábado, 30 de abril de 2011 AT 15:15 \\



O meu tempo está a ficar curto, sinto que nao vou puder fazer as coisas que quero nos momentos certos. Preciso de um sinal, alguma luz, algo que me garanta o meu futuro para lutar pelo que quero sem cessar. Quero apanhar o autocarro das opurtunidades, sair na paragem desejada e ser feliz. É tudo o que eu quero neste momento, quero viver so para mim e para os mais proximos.

O teu olhar
POSTED ON quinta-feira, 28 de abril de 2011 AT 13:42 \\


É magico olhar para o teu olhar, tao belo, tao perfeito.

Licor Beirão - Concurso Porsche Amarelo
POSTED ON quinta-feira, 21 de abril de 2011 AT 16:45 \\
Licor Beirão - Concurso Porsche Amarelo: "Licor Beirão - Concurso Porsche Amarelo"
por favor votem em mim :)

Roda do amor
POSTED ON sábado, 9 de abril de 2011 AT 23:15 \\


E se existissem rodas do amor? Salvasse la pra dentro e saísse com um namorado ou amigo colorido?

Shall we drink?
POSTED ON AT 23:01 \\


Shall we have a drink and get nasty?

Eu era uma princesa
POSTED ON quinta-feira, 7 de abril de 2011 AT 18:28 \\


Eu costumava ser uma princesa no meu mundo cor-de-rosa. Tinha um castelo, vestidos lindos de todas as cores e feitios. O meu cabelo era suave como a seda. A minha pele era macia e rosada. O meu quarto era rosa, as paredes da mesma cor, a cama rosa também, enfim era tudo cor de rosa, claro, escuro, o rosa era para mim a cor da magia. O jardim era o meu lugar de eleição, era comporto por varias árvores de fruto, desde pereiras, macieiras, nogueiras entre outras. Havia também uma pequena horta que tinha feito numa brincadeira um um amigo muito especial, mas que continuo a cuida-la com todo o amor. Na noite passada, quando já o sono não me tinha "atacado" plantei umas flores para depois te por no teu vaso da tua urna. Depois que me deixaste a princesa tornou-se numa gata borralheira como na historia da Cinderella. O castelo é agora uma roullote, a hora uma mato, e o jardim um pinhal.

Christina Aguilera- I Am
POSTED ON AT 13:41 \\

Brisa do amor
POSTED ON terça-feira, 5 de abril de 2011 AT 19:51 \\


Hoje acordei com uma brisa suave a bater-me na cara. Era fresca e cheira a margarida. Levantei-me da cama a correr e abri a janela para poder sentir melhor essa brisa. Um perfume masculino pairava agora no ar, ou era a minha imaginação que me estava a trair.
Sai a rua em direcção a praia mais próxima, deitei-me na areia, fechei os olhos e senti o bater das ondas nas rochas. Imaginei tudo o que estaria a perder contigo neste momento, voltei a reviver o passado, amores esquecidos, paixões passageiras, paixões loucas e até mesmo paixões que deram origem a obsessão. Lembrei-me de todos os chamados fantasmas do passado. E no fim, dei conta que estou a ser egoista em tentar controlar-te demasiado, talvez eu nao te ame assim tanto, talvez a brisa do amor me esteja a cegar. Sê feliz e esquece tudo o que fiz de mal. Desde já te peço desculpa.

SpringTime
POSTED ON AT 14:31 \\


Finalmente chegou o bom tempo, demorou mas chegou, espero que dure muito mas muito mais tempo já chega de casacos e roupa quente. Vamos lá a aproveitar o tempo, fazer caminhadas, sair com os amigos, namorar na praia, casar, divorciar hahahahah. Agora a serio, aproveitem o tempo :D

Tenho sede de ti...
POSTED ON domingo, 3 de abril de 2011 AT 23:12 \\


Tenho sede de ti. Não sou nenhum tipo de pessoa carnívora ou algo do género, não sou nenhuma obcecada, não sou nenhuma chata ou algo do género, simplesmente quero-te. Quero provar os teu lábios de seda, quero tocar a tua pele áspera da barba. Quero abraçar-te como nunca abracei miguem, quero-te sentir no meu corpo, quero sentir o teu cheiro, quero amar-te e quero que me ames. Vou construir uma maquina do tempo, vou alterar o futuro para ficarmos juntos. Eu desejo-te, é algo que não dá para controlar, tens culpa disso, és demasiado bom para mim. És doce como o mel, tens sempre abelhas atrás de ti, e eu, eu fico com o coração destroçado por teres tantas abelhas atrás de ti. Já pensei em deixar de te querer tanto, mas tá difícil, tu enfeitiçaste-me com o teu olhar penetrante. Só posso ficar contigo, abraçar-te, tocar-te e coisas do género á noite, quando estou a sonhar. Infelizmente nao podemos obrigar ninguem a gostar de nós, tu fazes-me querer-te de uma maneira louca. Quando dou por mim estou a olhar para as tuas fotos, chegando ao ponto de as beijar a abraça-las. Amo-te loucamente, pena nao sentires o mesmo...

Coração trancado
POSTED ON AT 23:04 \\

Que aconteceram aos dias felizes a ver o por do sol na praia? Onde estão as nossas memorias? Onde estão os nossos beijos? Onde está o nosso contrato com o amor? Onde guardamos tudo isso? Não pode estar perdido, tem de estar algures num canto do coração, foi bom de mais para se poder apagar da memória. Foi mágico. Ainda não acredito que tudo terminou, que cada um trancou o seu coração e segue um novo rumo. Não quero acreditar, nem sequer pensar que os nossos beijos caíram a terra como as gotas de chuva caem num dia nublado. Juntos tinham uma força magnetizante, capaz de destruir os fantasmas que se intrometessem nas nossas vidas. Ambos fechamos os nossos corações por iniciativa própria. Vamos voltar as nossas noites quentes na praia, ao nosso amor a luz da lua cheia. Vamos desenterrar tudo isso, sei que queres tanto como eu. Quero sentir-te, beijar-te, abraçar-te. Amo-te demais para te consegui apagar do meu pensamento.

Estou de volta
POSTED ON AT 22:19 \\

Estou de volta, ou pelo menos acho que estou. Estive um tempo sem blog, um tempo indeterminado que deu para pensar e repensar o porque de continuar isto. A resposta é simples, deitar para fora todo o tempo de sentimentos, e desabafos, através da escrita liberto-me.

monthly archives